Ombro

Ombro

 

O que é

A tendinite calcária é uma forma grave e agressiva de tendinite, caracterizada pela calcificação no tendão, ou seja, que ocorre quando o organismo deposita cálcio nas áreas do tendão que estão debilitadas no intuito de repará-las. Porém, o acumulado desse cálcio gera a doença, que é mais comum nos ombros e tornozelos, e capaz de causar inflamação e fortes dores.

Sintomas

A tendinite comum já costuma ser bastante dolorida, porém a tendinite calcária – apesar de ocorrer de forma lenta e gradual e também ocasionar dor leve e moderada como a comum – pode também trazer dor intensa, rigidez, encolhimento, endurecimento ou fraqueza da articulação acometida quando em uma fase mais aguda. A dor, de forma geral, é agravada com movimentos intensos ou pressão na articulação.

Grupo de risco

A tendinite calcária atinge, geralmente, pacientes por volta dos 40 anos de idade, sendo mais comum em pessoas do sexo feminino.  A tendinite calcária, diferente de outras doenças que atingem os tendões, não tem relação com acidentes ou traumas e nem com outras enfermidades. Vale observar que até mesmo pessoas sedentárias que não realizam atividades que envolvam o ombro, podem ser acometidas por essa enfermidade.

Causas

Ainda não se sabe o que faz com que o cálcio seja depositado dentro dos tendões para causar a tendinite calcária, porém, é possível que ocorra uma tendinite prévia, associada à diminuição da vascularização na região atingida.

Na fase de dor intensa é quando acontece o que os ortopedistas chamam de “reabsorção”. A reabsorção ocorre quando o depósito de cálcio é reabsorvido de forma parcial ou total. Isso não significa que todos os pacientes passarão por essa fase, fazendo com que a calcificação possa permanecer dentro do tendão por um período indefinido e capaz de causar sintomas semelhantes à síndrome do impacto, como rigidez das articulações, sensibilidade ou sensibilidade à dor.

Diagnóstico

Ao sentir incômodo e dor, o paciente deve procurar um ortopedista que poderá fazer o diagnóstico correto da calcificação no tendão. Em um primeiro momento será feito o exame clínico. Após isso, o médico irá solicitar exames de imagem, como raio-x dos locais afetados, ultrassonografia e até mesmo ressonância magnética. Esses exames são necessários para descartar outras doenças e entender como a calcificação no tendão está. Assim, o médico poderá decidir o melhor tratamento para o caso especifico a ser tratado.

Tratamento

O tratamento escolhido pelo ortopedista irá variar de acordo com os sintomas e com a fase da calcificação do tendão encontrada nos exames de imagem. Na fase de reabsorção (quando existe dor intensa) há diversas opções de tratamento, que são adaptadas particularmente ao caso de cada paciente.

A recomendação do ortopedista é fundamental, pois quando existe o caso da calcificação no tendão, um repouso relativo dessa articulação, evitando principalmente movimentos repetitivos e/ou com carga são necessários. Na hora de dormir também é importante prestar atenção. Se a tendinite afetar o ombro, por exemplo, e o paciente tiver o costume de dormir de lado, a orientação é tentar não deixar o peso do corpo em cima do ombro.

Em um primeiro momento, o uso de medicamentos anti-inflamatórios e analgésicos (em comprimidos ou pomadas) são recomendados para o alívio das dores. Já em casos mais graves, pode ser recomendado pelo ortopedista o uso de injeções com anestésicos locais e corticoide, trazendo o alívio mais imediato da dor intensa.

Em outras fases, o tratamento é parecido com o realizado quando existe a síndrome do impacto e das tendinites comuns, com sessões de fisioterapia, nas quais serão aplicados exercícios para o fortalecimento dos tendões prejudicados e o uso de aparelhos que irão melhorar os níveis de inflamação do local afetado.

A fisioterapia, que será recomendada pelo médico, faz com que atividades comuns do dia a dia, que normalmente o paciente acaba fazendo com limitação por conta das dores, possam ser realizadas novamente.

Porém, caso os tratamentos conservadores indicados pelo médico não melhorem as condições do paciente em relação à tendinite calcária, a cirurgia por artroscopia pode ser uma solução eficiente. Neste caso, por meio de uma câmera inserida por uma incisão pequena, é feita uma raspagem do local calcificado, na maioria das vezes trazendo excelentes resultados ao paciente que sofre com a doença.

Clínica Memorial

Av. Santo Antônio, 53
Jardim Nomura - Cotia - SP
CEP: 06716-710

Fone: (11) 4616-0406
Fax: (11) 4148-2572

Horário de atendimento

Atendimento médico
Segunda a sexta - 08h00 às 18h00

Fisioterapia
Segunda a sexta - 08h00 às 19h00

Academia
Segunda a sexta - 08h00 às 20h00

Responsável Técnico

Dr. Luis Antonio Buendia
CRM: 79752
Ortopedia e Traumatologia
Cirurgia da mão

Dúvidas?

Fale com um de nossos atendentes.

Por telefone: (11) 4616-0406

Ou clique aqui e faça sua pergunta.