Mão

Mão

É a doença caracterizada pela contratura de fáscia palmar e das suas prolongações podendo levar a limites funcionais dos dedos. É de evolução progressiva que se inicia por pequenas depressões na pele palmar, evoluindo para nodulações, atingindo o formato de cordas. Histologicamente, reconhecida por Sir Astley Cooper na Inglaterra e por Boyer na França em 1823, mas foi Guillaume Dupuytren quem publicou a descrição clínica e seus resultados cirúrgicos como tratamento proposto no ano de 1832.

É a doença caracterizada pela contratura de fáscia palmar e das suas prolongações podendo levar a limites funcionais dos dedos. É de evolução progressiva que se inicia por pequenas depressões na pele palmar, evoluindo para nodulações, atingindo o formato de cordas. Histologicamente, reconhecida por Sir Astley Cooper na Inglaterra e por Boyer na França em 1823, mas foi Guillaume Dupuytren quem publicou a descrição clínica e seus resultados cirúrgicos como tratamento proposto no ano de 1832.

Sintomas

Os sintomas da contratura de Dupuytren são:

  • Nódulos na palma da mão
  • Nódulos nos tendões flexores dos dedos afetados
  • Dificuldade em abrir os dedos afetados
  • Dificuldade em pousar a mão devidamente aberta numa superfície plana, como numa mesa por exemplo.

Causas

As causas desta doença ainda não foram esclarecidas. É conhecido que os homens são mais acometidos do que as mulheres, especialmente, após os 40 anos de idade. Quando crianças são afetadas, ocorre a forma mais grave da moléstia. Indivíduos fumantes, alcoólatras, diabéticos e usuários de drogas apresentam uma probabilidade mais elevada de desenvolverem a doença.

Tratamento

O tratamento conservador é o mais comumente realizado, e este objetiva evitar a ocorrência de contraturas articulares secundárias, através de exercício de extensão forçada e aumento da extensibilidade da fáscia por meio da aplicação de correntes ultrassônicas ou outro procedimento que aplique calor profundo. Na fase nodular da doença, também é indicado a radioterapia, a ingestão de vitamina E e a realização de corticoterapia, juntamente com a imobilização da mão acometida.

Nos casos mais graves, quando o paciente encontra-se impossibilitado de colocar a palma da mão por completo sobre uma superfície lisa, a deformidade deve ser corrigida por meio de procedimento cirúrgico.

 

Fonte: Dr. Luis Antonio Buendia (Ortopedia e traumatologia - Cirurgia da mão)

Clínica Memorial

Av. Santo Antônio, 53
Jardim Nomura - Cotia - SP
CEP: 06716-710

Fone:
(11) 4616-0406 (WhatsApp)
(11) 4148-8843
(11) 4148-2572
(11) 4206-4376

Fax: (11) 4148-2572

Horário de atendimento

Atendimento médico
Segunda a sexta - 08h00 às 18h00

Fisioterapia
Segunda a sexta - 08h00 às 18h00

Academia
Segunda a sexta - 08h00 às 20h00

Responsável Técnico

Dr. Luis Antonio Buendia
CRM: 79752
Ortopedia e Traumatologia
Cirurgia da mão

Dúvidas?

Fale com um de nossos atendentes.

Por telefone:
(11) 4616-0406 (WhatsApp)
(11) 4148-8843
(11) 4148-2572
(11) 4206-4376

Ou clique aqui e faça sua pergunta.